Notícias

Incidência da conjuntivite aumenta com o calor

Temperaturas maiores e clima seco são propícios para o contágio da doença
 
 
Acordar com os olhos vermelhos, ardendo e com dificuldades para abrir as pálpebras. Esses são alguns dos sintomas da conjuntivite, doença que possui contágio simples. Durante climas mais quentes, aumentam-se os casos da doença, especialmente o tipo viral. Entenda e saiba como proceder em casos de conjuntivite: 
 
O que é a conjuntivite?
 
É a inflamação da conjuntiva, uma fina membrana transparente que recobre o globo ocular. Ela pode ocorrer por contaminação de vírus, bactérias, fungos ou alergias a agentes externos. 
 
Por que ela aumenta em altas temperaturas?
 
Isso acontece devido baixa da umidade que proporciona condições ideias para o contágio. Além disso, as pessoas costumam realizar atividades ao ar livre, como uso de piscinas ou praias, que também podem ser meio transmissores do problema. 
 
O que fazer se a doença for diagnosticada?
 
Deve-se evitar o convívio social (escola, trabalho ou lazer) de 7 a 10 dias. É uma medida importante para não contaminar outras pessoas. Dentro de casa, recomenda-se jamais compartilhar toalhas, travesseiros ou roupas de cama com outros indivíduos. Tudo que for usado pelo portador da doença deve ser lavado separadamente até que se esteja curado. 
 
Devo procurar um médico?
 
Sim, de forma geral a conjuntivite causa tanto desconforto, que a maioria das pessoas acaba procurando um médico oftalmologista naturalmente. É o recomendado. O médico poderá avaliar o problema e a necessidade de prescrever colírios adequados para os diferentes tipos da doença, seja ela viral,bacteriana ou alérgica. 
 
 
 
Cadastre-se